Site de notícias de automóveis

Fiat Coupé: Um Carro Clássico Acessível para Apaixonados por Esportivos

Fiat Coupé: Um Clássico Acessível e Esportivo

A Fiat tem um legado invejável de cupês, conhecidos pelo design ousado e pelo espírito esportivo. Modelos como o 124 Sport Coupé, o 130 Coupé e o Dino 2400 alimentaram os sonhos dos entusiastas da Alfa Romeo, Lancia, Maserati e até mesmo Ferrari.

Muitos desses veículos foram desenvolvidos em colaboração com renomados estúdios de design italianos, e o Fiat Coupé não foi exceção.

Ele surpreendeu o mundo durante o Salão de Bruxelas de 1993 e hoje é um dos carros colecionáveis mais interessantes disponíveis no Brasil, com preços variando de R$ 40 mil a R$ 60 mil, dependendo do ano, edição e estado de conservação.

Fiat-Coupe 3
Foto/Reprodução: Fiat

Fiat Coupé: Um Carro Clássico Acessível para Apaixonados por Esportivos

Se você é apaixonado por esportivos exclusivos, mas não tem o bolso para bancar uma Ferrari, talvez seja hora de conhecer o Fiat Coupé. Aqui estão os principais destaques desse ícone da Fiat:

  1. Design Único: Com suas linhas ousadas e faróis carenados, o Fiat Coupé se destaca na multidão. As maçanetas ocultas nas colunas das portas e a tampa do bocal de combustível inspirada em carros de corrida antigos adicionam um toque extra de exclusividade.
  2. Desempenho Surpreendente: Equipado com motores potentes, desde o 1.8 16V de 130 cv até o 20V Turbo de 220 cv, o Fiat Coupé oferece desempenho para rivalizar com grandes nomes da indústria automobilística.
  3. Interior Assinado pela Pininfarina: O renomado estúdio Pininfarina deu ao interior um toque de luxo e exclusividade, com painel e laterais das portas pintados na cor da carroceria, evocando uma atmosfera retrô dos anos 60.
  4. Edições Limitadas e Exclusivas: Modelos como o Limited Edition, com seus bancos Recaro e pinças de freio Brembo, adicionam um toque ainda mais exclusivo. E para quem busca algo mais próximo do solo, a versão 20V Turbo Plus traz todos os detalhes do Limited Edition.
Fiat-Coupe 2
Foto/Reprodução: Fiat

Portanto, se você quer um esportivo que combine design icônico com desempenho empolgante e um preço acessível, o Fiat Coupé pode ser exatamente o que você está procurando.

Afinal, quem disse que você precisa gastar uma fortuna para se sentir dirigindo uma “Ferrari de tração dianteira“?

Construído sobre a plataforma do hatch Tipo, o Coupé marcou época com seus faróis carenados, lanternas traseiras circulares, maçanetas ocultas nas colunas das portas e a tampa do bocal de combustível inspirada em carros de corrida antigos. Outro detalhe icônico eram os para-lamas, que se destacavam pelas linhas pronunciadas nas laterais.

O interior, assinado pelo renomado estúdio Pininfarina, conferia um toque de luxo e exclusividade. O painel e as laterais das portas eram pintados na cor da carroceria, uma escolha que evocava a atmosfera retrô dos anos 60.

O modelo oferecia opções de ar-condicionado, teto solar e bancos de couro. Cerca de 80 unidades saíam diariamente da lendária fábrica de Grugliasco.

Inspirado no Fiat Dino Spider, o Fiat Coupé escondia sob o capô um motor conhecido: o Motore Bialbero Lampredi, um quatro-cilindros com duplo comando e 16 válvulas, semelhante ao do Tempra nacional.

Essa unidade gerava 139 cv, proporcionando ao veículo a capacidade de acelerar de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos e atingir uma velocidade máxima de 208 km/h. Essa versão foi importada pela Fiat para o Brasil entre 1995 e 1997.

A versão mais empolgante era a Turbo 16V, equipada com o mesmo motor do lendário Lancia Delta Integrale, ajustado para entregar 195 cv e acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 7,5 segundos, graças ao diferencial autoblocante Viscodrive. S

Sua velocidade máxima alcançava 225 km/h, enquanto os freios a disco nas quatro rodas, equipados com ABS, garantiam a segurança necessária.

Em 1996, o motor 1.8 16V de 130 cv foi introduzido, mantendo praticamente os mesmos números de desempenho da versão naturalmente aspirada anterior.

A partir de 1997, novos motores de cinco cilindros (oriundos do Marea e conhecidos no Brasil como Fivetech) trouxeram melhorias substanciais para o Coupé.

O motor 20V aspirado de 147 cv permitia ao carro acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 9 segundos, com uma velocidade máxima superior a 210 km/h.

A melhor versão do Fiat Coupé foi, sem dúvida, o 20V Turbo. Com 220 cv, esse modelo atingia 240 km/h e acelerava de 0 a 100 km/h em cerca de 6 segundos.

A concorrência não se limitava apenas a modelos como o VW Corrado, Rover 220 ou Opel Calibra; o mais potente dos Fiat Coupé ofuscava rivais como o Porsche Boxster e o Mercedes-Benz SLK, além de acompanhar de perto o Aston Martin DB7.

Em 1998, a Fiat lançou a versão Limited Edition, que trazia pinças de freio Brembo, apêndices aerodinâmicos na carroceria, botão de partida, barras de amarração no monobloco e bancos Recaro.

Com uma transmissão manual de seis marchas, essa versão atingia uma velocidade máxima de 250 km/h. Cada unidade era acompanhada por uma placa numerada próxima ao retrovisor interno.

No mesmo ano, o Coupé 20V recebeu um coletor de admissão variável, aumentando a potência de 147 para 154 cv.

Para atender aos entusiastas que não puderam adquirir o Limited Edition, a Fiat desenvolveu o 20V Turbo Plus, praticamente idêntico à edição limitada, com a diferença restrita aos emblemas.

Desde então, poucas alterações foram feitas até setembro de 2000, quando a última unidade saiu da linha de produção.

Fiat-Coupe 4
Foto/Reprodução: Fiat

Quantos Fiat Coupé tem no Brasil?

Ao todo, foram produzidos 72.762 Fiat Coupé, carinhosamente apelidados de “Ferrari de tração dianteira”. Destes, 1.124 vieram parar no Brasil.

Ninguém sabe ao certo quantas unidades do Coupé Limited Edition foram fabricadas, mas há uma lenda de que o exemplar cinza, de número 0001, teria pertencido a Michael Schumacher.

Questionado antes do seu acidente, o então piloto da Ferrari confirmou que realmente teve um Fiat Coupé LE, mas na cor vermelha.

Fiat-Coupe 5
Foto/Reprodução: Fiat

Leia também:

Volkswagen Gol G4, G5, G6 ou G7: Qual a Melhor Opção de Carro Usado?

Creta Action a Preços de Despedida, Mais Baixos que HB20 Turbo

Santa Cruz no Brasil: Chegada por aqui Ainda é um Mistério

Ficha Técnica – Fiat Coupé 1996

  • Motor: 4 cilindros em linha, 2 litros, 139 cv a 6.000 rpm, 18 mkgf a 4.500 rpm
  • Câmbio: Manual de 5 marchas
  • Dimensões: Comprimento 425 cm, Largura 177 cm, Altura 136 cm, Entre-eixos 254 cm
  • Peso: 1.250 kg
  • Desempenho: 0 a 100 km/h em 9,2 s; Velocidade máxima de 208 km/h

Quer continuar acompanhando as últimas histórias e notícias sobre carros e o universo das motos?

Então, siga @NoticiasSobreAutomovel e compartilhe este artigo com quem você acha que vai gostar também!

Advertisement
Deixe um comentário